DESAFIO 5: FALTA DE ÁGUA 

Falta de Agua

“Não tem nada na caixa e muita coisa ao mesmo tempo, é a caixa de Zandora”

Mestres dos Magos

Gabriela mora com sua mãe no Complexo do Alemão, uma comunidade no Rio de Janeiro que tem sofrido com falta de água há dias. Ao sair do trabalho, ela sempre usa o álcool em gel 70% da empresa para se limpar. Mesmo com todo o cuidado, Gabriela ainda corre grande risco no percurso entre o trabalho e sua casa, pois pega dois ônibus e um metrô, tem contato com dinheiro e com muitas pessoas. Ao chegar em casa, corre para lavar as mãos, já que sua mãe está no grupo de risco e não pode ser exposta ao perigo. Porém, ao abrir a torneira percebe que ainda não tem água. Sem álcool, que está em falta no mercado, e sem água, o que Gabriela pode fazer?

Como você, que tem toda a internet ao seu alcance, pode ajudar pessoas como a Gabriela a se protegerem e a protegerem suas famílias?

Sr. João tem 56 anos e está em situação de rua na cidade de Salvador. Alguns dias o Sr. João dorme nas unidades de acolhimento e usa os banheiros públicos da cidade para fazer a sua higienização pessoal. Com os casos de COVID-19 na cidade, os banheiros públicos estão fechados e as unidades de acolhimento superlotadas, impedindo que o Sr. João tenha um lugar para fazer sua higienização pessoal e, consequentemente, se prevenir contra o coronavírus. Com os altos preços do álcool em gel e outras prioridades como conseguir o alimento do dia, ele não consegue manter suas mãos limpas e fica muito exposto ao COVID-19, muitas vezes até mesmo sem saber do perigo já que não tem fácil acesso à televisão.

Como você, que tem toda a internet ao seu alcance, pode ajudar pessoas como o Sr. João a se protegerem mesmo não tendo uma casa?

Os índios da tribo Tapirapé vivem em uma área demarcada no Mato Grosso. Além das inúmeras ameaças de vida que sofrem para defender suas terras e manter sua cultura viva, agora eles também têm que enfrentar uma ameaça que está atingindo o mundo todo: a COVID19. Na tribo existem jovens que estudam no centro da cidade e mantém contato com muitas pessoas diferentes, o que aumenta a chance do vírus chegar até eles. A situação pode se agravar caso alguém se contagie, pois estão longe da cidade e dos hospitais.

Reúna sua equipe e venha ajudar: não permita que eles sejam atingidos por essa ameaça!